CONSTRUINDO UMA UNIVERSIDADE SUSTENTÁVEL A PARTIR DA COMPREENSÃO DA SUSTENTABILIDADE

Palavras-chave: Desenvolvimento sustentável. Sustentabilidade. Ensino superior. Universidade sustentável.

Resumo

Este ensaio propõe uma revisitação aos fundamentos dos termos desenvolvimento sustentável (DS) e sustentabilidade, com o objetivo de compreender as principais concepções, bem como discutir sobre qual termo mostra-se mais adequado para a construção de uma universidade sustentável na atualidade. A noção mais conhecida de DS é a apresentada no relatório de Brundtland e vem sendo criticada por muitos pesquisadores por ser incapaz de traduzir adequadamente a crise socioambiental atual. Apesar de ambos os termos terem em comum a interação entre o humano e a natureza, a sustentabilidade permite uma abordagem mais complexa dessas relações. Dessa forma, reconhecendo o potencial das instituições de ensino superior no enfrentamento dos desafios socioambientais em sentido amplo, abordar a sustentabilidade do ponto de vista da complexidade pode ser o motor para tomadas de decisões mais assertivas em direção à construção de uma universidade sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Nayara de Paula Martins Silva, Instituto Federal de Brasília; Universidade de Brasília

Doutoranda em Educação em Ciências, mestre em Ensino de Ciências e graduação em Ciências Naturais, ambos pela Universidade de Brasília. Atua como técnica em assuntos educacionais no Instituto Federal de Brasília. É pesquisadora nas áreas da educação ambiental e sustentabilidade no ensino superior.

Marcelo Bizerril, Universidade de Brasília

Professor Associado da Universidade de Brasília, com doutorado em Ecologia pela Universidade de Brasília, e pós-doutorado em Políticas e Gestão do Ensino Superior pela Universidade de Aveiro (Portugal). Trabalha com formação de educadores desde 1996 especialmente nas áreas de: Educação Ambiental; Ensino de Ciências; Escolas Sustentáveis; Educomunicação; Ecologia e conservação do Cerrado.

Referências

Abubakar, I. R., Al-Shihri, F. S., & Ahmed, S. M. (2016). Students’ assessment of campus sustainability at the University of Dammam, Saudi Arabia. Sustainability (Switzerland), 8(1), 1–14. https://doi.org/10.3390/ su8010059

Acselrad, H., & Leroy, J. P. (1999). Novas Premissas da Sustentabilidade Democrática. Recuperado de https://docplayer.com.br/8565580-Introducao-novas-premissas-da-sustentabilidade-democratica-henri-acselrad-jean-pierre-leroy.html

Bañon Gomis, A. J., Guillén Parra, M., Hoffman, W. M., & Mcnulty, R. E. (2011). Rethinking the Concept of Sustainability. Business and Society Review, 116(2), 171–191. https://doi.org/10.1111/j.1467-8594.2011.00381.x

Behrens, M. (1999). A prática pedagógica e o desafio do paradigma emergente. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 80(196), 383–403. https:// doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.80i196.977

Bizerril, M. X. A. (2020). O processo de expansão e interiorização das universidades federais brasileiras e seus desdobramentos. Revista Tempos e Espaços Em Educação, 13(32), 1–15. https://doi.org/10.20952/revtee. v13i32.13456

Bizerril, M. X. A., Rosa, M. J., & Carvalho, T. (2018). Construindo uma universidade sustentável: uma discussão baseada no caso de uma universidade portuguesa. Avaliação: Revista Da Avaliação Da Educação Superior (Campinas), 23(2), 424–447. https://doi.org/10.1590/s141440772018000200009

Brugmann, R., Côté, N., Postma, N., Shaw, E. A., Pal, D., & Robinson, J. B. (2019). Expanding student engagement in sustainability: Using SDG- and CEL-focused inventories to transform curriculum at the University of Toronto. Sustainability (Switzerland), 11(2). https://doi.org/10.3390/ su11020530

Brundltland, G. H. (1987). Our Common Future – The World Commission on Environment and Development.

Burford, G., Hoover, E., Velasco, I., Janoušková, S., Jimenez, A., Piggot, G. & Harder, M. (2013). Bringing the “Missing Pillar” into Sustainable Development Goals: Towards Intersubjective Values-Based Indicators. Sustainability, 5(7), 3035–3059. https://doi.org/10.3390/su5073035

Chiarello, I. S. (2015). A universidade e seu papel no desenvolvimento regional: contribuições do proesde. Revista Extensão Em Foco, 3(1), 240–257. Acedido a 19 de junho de 2020, em https://periodicos.uniarp.edu.br/ index.php/extensao/article/view/795.

Cortese, A. D. (2003). The Critical Role of Higher Education in Creating a Sustainable Future. Planning for Higher Education, 15–22. de Oliveira, L. R., Medeiros, R. M., Terra, P. de B., & Quelhas, O. L. G. (2012). Sustainability: The evolution of concepts to implementation as strategy in organizations. Produção, 22(1), 70–82. https://doi.org/10.1590/ S0103-65132011005000062

Du Pisani, J. A. (2006). Sustainable development – historical roots of the concept. Environmental Sciences, 3(2), 83–96. https://doi. org/10.1080/15693430600688831

Elkington, J. (2018). 25 Years Ago I Coined the Phrase “Triple Bottom Line.” Here’s Why It’s Time to Rethink It. Acedido a 06 de junho de 2020, em https://hbr.org/2018/06/25-years-ago-i-coined-the-phrase-triple-bottom-line-heres-why-im-giving-up-on-it.

Faveri, D. B. De, Petterini, F. C., & Barbosa, M. P. (2018). Uma Avaliação do Impacto da Política de Expansão dos Institutos Federais nas Economias dos Municípios Brasileiros. Planejamento e Políticas Públicas, (50), 125–148. Acedido a 25 de maio de 2020, em //www.ipea.gov.br/ppp/ index.php/PPP/article/view/742.

Feil, A. A., & Schreiber, D. (2017). Sustentabilidade e desenvolvimento sustentável: desvendando as sobreposições e alcances de seus significados. Cadernos EBAPE.BR, 15(3), 667–681. https://doi.org/10.1590/1679395157473

Ferrer-Balas, D., Adachi, J., Banas, S., Davidson, C. I.,Hoshikoshi, A., Mishra, A., Motodoa, Y., Onga, M. & Ostwald, M. (2008). An international comparative analysis of sustainability transformation across seven universities. International Journal of Sustainability in Higher Education, 9 (3), 296-316. DOI 10.1108/14676370810885907

Gaudiano, E. J. G., Meira-Cartea, P. A., & Martínez-Fernández, Y. C. N. (2015). Sustentabilidad y Universidad: Retos, ritos y posibles rutas. Revista de la Educación Superior, 44(175), 69–93. https://doi.org/10.1016/j. resu.2015.09.002

Grober, U. (2007). Deep roots: A conceptual history of ‘sustainable development’ (Nachhaltigkeit). WZB Discussion Paper, (P 2007-002), 1–30. Acedido a 04 de maio de 2020, em http://skylla.wz-berlin.de/pdf/2007/ p07-002.pdf

Harlow, J., Golub, A., & Allenby, B. (2013). A Review of Utopian Themes in Sustainable Development Discourse. Sustainable Development, 21(4), 270–280. https://doi.org/10.1002/sd.522

Hopwood, B., Mellor, M., & O’Brien, G. (2005). Sustainable development: mapping different approaches. Sustainable Development, 13(1), 38–52. https://doi.org/10.1002/sd.244

IPEA. (2014). Objetivos de Desenvolvimento do Milênio: Relatório Nacional de Acompanhamento. In IPEA. Brasília. Leal Filho, W., Shiel, C., Paço, A., Mifsud, M., Ávila, L. V, Brandli, L. L., … Caeiro, S. (2019). Sustainable Development Goals and sustainability teaching at universities: Falling behind or getting ahead of the pack? Journal of Cleaner Production, 232, 285–294. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2019.05.309

Lutz Newton, J., & Freyfogle, E. T. (2005). Sustainability: a Dissent. Conservation Biology, 19(1), 23–32. Acedido a 01 de maio de 2020, em https:// www.life.illinois.edu/ib/451/Newton%20(2005).pdf

Machado, D. de Q., Matos, F. R. N., de Sena, A. M. C., & Ipiranga, A. S. R. (2016). Quadro de Análise da Sustentabilidade para Instituições de Ensino Superior: Aplicação em um Estudo de Caso. Education Policy Analysis Archives, 24. https://doi.org/10.14507/epaa.24.2499

Madeira, C. F. D. (2008). Indicadores e sustentabilidade para Instituições de Ensino Superior (Trabalho de conclusão de curso). Universidade de Aveiro, Porto, Portugal. Mariotti, H. (2013). Complexidade e sustentabilidade: o que se pode e o que não se pode fazer. São Paulo: Editora Atlas.

Meyer, G. da C. (2015). A sustentabilidade em questão: paradigma ou matriz discursiva? (Dissertação de mestrado). Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil. Michael, J., & Elser, N. (2019). Personal waste management in higher education: A case study illustrating the importance of a fourth bottom line. International Journal of Sustainability in Higher Education, 20(2), 341–359. https://doi.org/10.1108/IJSHE-03-2018-0054

Moldan, B., Janoušková, S., & Hák, T. (2012). How to understand and measure environmental sustainability: Indicators and targets. Ecological Indicators, 17, 4–13. https://doi.org/10.1016/j.ecolind.2011.04.033

Moore, J. (2005). Barriers and pathways to creating sustainability education programs: policy, rhetoric and reality. Environmental Education Research, 11(5), 537–555. https://doi.org/10.1080/13504620500169692

Nejati, M. & Nejati, M. (2013). Assessment of sustainable university factors from the perspective of university students. Journal of Cleaner Production, 48, 101-107. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2012.09.006

Oliveira, E. R. X. de, Lemes, S. V. D., Dullius, A., Deretti, S., & Dullius, A. (2017). A Produção do Conhecimento sobre Sustentabilidade nos Municípios brasileiros – uma análise pelas dimensões de Ignacy Sachs. Ambiência, 13(3), 658–673. https://doi.org/10.5935

Oliveira Jr, A. de. (2014). A universidade como polo de desenvolvimento local-regional. Caderno de Geografia, 24(1), 1–12. https://doi.org/10.5752/ p.2318-2962.2014v24nespp1

Organização das Nações Unidas. (1972). Declaração da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano-1972. Acedido a 25 de junho de 2020, em https://apambiente.pt/_zdata/Politicas/DesenvolvimentoSustentavel/1972_Declaracao_Estocolmo.pdf

Peer, V., & Stoeglehner, G. (2013). Universities as change agents for sustainability e framing the role of knowledge transfer and generation in regional development processes. Journal of Cleaner Production, 44, 85–95. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2012.12.003

Ramos, T. B., Caeiro, S., Van Hoof, B., Lozano, R., Huisingh, D., & Ceulemans, K. (2015). Experiences from the implementation of sustainable development in higher education institutions: Environmental Management for Sustainable Universities. Journal of Cleaner Production, 106, 3–10. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2015.05.110

Rolim, C., & Serra, M. (2015). Ensino superior e desenvolvimento regional: avaliação do impacto econômico de longo-prazo. Associação Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, 3(1). Acedido a 24 de junho de 2020, em https://www.revistaaber.org.br/rberu/article/view/29

Stephens, J. C., Hernandez, M. E., Román, M., Graham, A. C., & Scholz, R. W. (2008). Higher education as a change agent for sustainability in different cultures and contexts. International Journal of Sustainability in Higher Education, 9(3), 317–338. https://doi.org/10.1108/14676370810885916

Tangwanichagapong, S., Nitivattananon, V., Mohanty, B., & Visvanathan, C. (2017). Greening of a campus through waste management initiatives: Experience from a higher education institution in Thailand. International Journal of Sustainability in Higher Education, 18(2), 203–217. https://doi. org/10.1108/IJSHE-10-2015-0175

Tauchen, J., & Brandli, L. L. (2006). A gestão ambiental em Instituições de Ensino Superior: modelo para implantação em campus universitário. Gestão & Produção, 13(3), 503–515. https://doi.org/10.1590/S0104-530X2006000300012

Tommasiello, M. G. C., & Guimarães, S. S. M. (2013). Sustentabilidade e o papel da universidade: desenvolvimento sustentável ou sustentabilidade democrática? Revista de Educação Do Cogeime, (43), 11–26. http://dx.doi. org/10.15599/0104-4834/cogeime.v22n43p11-26

Veiga, J. E. da, & Zatz, L. (2008). Desenvolvimento sustentável, que bicho é esse? Campinas: Autores Associados.

Velazquez, L., Munguia, N., Platt, A., & Taddei, J. (2006). Sustainable university: what can be the matter? Journal of Cleaner Production, 14(9–11), 810–819. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2005.12.008

Waas, T., Hugé, J., Verbruggen, A., & Wright, T. (2012). Sustainable Development: A Bird’s Eye View. Sustainability, 3(10), 1637–1661. https://doi. org/10.3390/su3101637

Wright, T. (2010). University presidents’ conceptualizations of sustainability in higher education. International Journal of Sustainability in Higher Education, 11, 61-73. DOI 10.1108/14676371011010057

Publicado
2021-11-24
Como Citar
de Paula Martins Silva, N., & Ximenes Aguiar Bizerril, M. (2021). CONSTRUINDO UMA UNIVERSIDADE SUSTENTÁVEL A PARTIR DA COMPREENSÃO DA SUSTENTABILIDADE. <font color="#A31C25">Revista FORGES </Font&gt;, 7(2), 128 - 151. Obtido de https://revistaforges.pt/index.php/revista/article/view/186
Secção
ARTIGOS